JUNTOS CONTRA
A CORRUPÇÃO

Por uma sociedade mais justa e uma democracia de qualidade em Portugal e no Mundo

QUEM SOMOS?

Transparência e Integridade – Transparency International Portugal é uma associação cívica de utilidade pública, independente e sem fins lucrativos, representante portuguesa da Transparency International, rede global anti-corrupção presente em mais de 100 países.

Criada em 17 de Setembro de 2010, está também acreditada como Organização Não Governamental para o Desenvolvimento (ONGD), é o Ponto de Contato da Sociedade Civil da Community of Democracies, membro da Tax Justice Network, da Whistleblowing International Network e da Open Government Partnership Portugal.

NOTÍCIAS
TI

#FinCENFiles ou o otimismo

#FinCENFiles ou o otimismo Quatrocentos jornalistas em cento e oito redacções. Dois biliões de dólares. Dois mil e cem relatórios. Milhares (ou milhões, ou biliões: depende do pessimismo) de transacções suspeitas. Reguladores desregulados. Bancos transfigurados em legiões financeiras de Pôncios

Ler mais »
João Paulo Batalha @ TI-PT

Do “sim, mas…” ao “sim porque”

Do “sim, mas…” ao “sim porque” Pouco habituado a ouvir referências amigáveis de políticos, sinto-me embaraçosamente obrigado a fazer um apelo amigável em resposta. É o tempo dele! Foi uma sensação estranha, confesso, ver a petição da Transparência e Integridade

Ler mais »
O QUE FAZEMOS?

Trabalhamos por uma sociedade mais justa, inclusiva e livre de corrupção, advogando uma governação ética, responsável, solidária e sustentável.

Fiscalizamos a atividade dos decisores políticos e das instituições públicas, colaborando com outras organizações não-governamentais e dos setores público e privado, com quem desenvolvemos projetos de capacitação cidadã, campanhas de sensibilização e advocacy, monitorização cívica, investigação aplicada e ações de formação.

Vistos Gold

Contratação Transparente

Pacto de Integridade

Quem denuncia protege. Vamos proteger quem denuncia!

A NOSSA INDEPENDÊNCIA NÃO TEM PREÇO

Não recebemos qualquer subsídio do Estado português para cumprir a nossa missão

.

O trabalho que fazemos depende exclusivamente de contribuições financeiras de associados/as (quota anual em 2020 é de 12 euros), de donativos de simpatizantes da causa, e de subvenções para a realização de projetos.

Por isso, o teu contributo faz toda a diferença.