apoia a luta anti-corrupção!

A Transparência e Integridade, Associação Cívica é a representante da Transparency Internacional em Portugal, a maior organização mundial de organizações da sociedade civil dedicadas a combater a corrupção

A mobilização cívica é fundamental para combater a corrupção e reforçar os sistemas de integridade das instituições, públicas e privadas. Por isso, o teu contributo faz a diferença na ação da TI Portugal. Apoia! Participa!
Margarida Mano
Presidente da Direção
o que fazemos?

Fiscalizamos a atividade dos decisores políticos e das instituições públicas, colaborando com outras organizações não-governamentais e dos setores público e privado, com quem desenvolvemos projetos de capacitação, campanhas de sensibilização e advocacy, monitorização cívica, investigação aplicada e ações de formação.

notícias
TI

TI Portugal abre inscrição a Associados Coletivos

TI Portugal abre inscrição a Associados Coletivos Em reunião da Assembleia Geral do passado dia 25 de maio, a TI Portugal deliberou promover a adesão de Associados Coletivos. Nas palavras de Margarida Mano, Presidente da Direção, “Os nossos estatutos já

Ler mais »
TI

TI Portugal participa na Semana da Administração Aberta

TI Portugal participa na Semana da Administração Aberta A TI Portugal participou na Semana da Administração Aberta, tendo organizado dois eventos: uma Conferência dedicada aos “Desafios da Administração Aberta (na semana da Administração Aberta)” e uma Tertúlia Aberta sobre a

Ler mais »
agenda
Junho 2024
Jun 26
26 Junho 2024
Universidade Autónoma de Lisboa, Palácio Dos Condes Do Redondo, R. de Santa Marta 56
Lisboa, Lisboa 1169-023 Portugal

A Tertúlia Aberta do próximo dia 26 de junho será dedicada ao tema "Corrupção no Desporto". A sessão é aberta a todas as pessoas e instituições interessadas e irá ter lugar presencialmente no Auditório 1 da Universidade Autónoma de Lisboa

Gratuito
Julho 2024
Jul 03
03 Julho 2024
Online,

O Seminário GADI é uma iniciativa dos Grupos de Apoio e Discussão da TI Portugal subordinado a um tema de discussão específico introduzido por um/a orador/a especialista, seguido de debate.  O GADI de julho terá lugar, como habitualmente, na primeira

Gratuito
projetos e campanhas

Integridade na Política

Denunciamos a falta de integridade na Política e a captura das instituições por formas de influência encobertas, corrupção, clientelismo e favorecimento

Advocacia e Monitorização Cívica

Uma Estratégia Nacional Anti-Corrupção eficaz e a boa utilização de fundos europeus são fundamentais para assegurar o desenvolvimento sustentável do nosso país. Recomendamos boas práticas e monitoramos a implementação destas e outras políticas públicas.

Branqueamento de Capitais

Impedir que empresas e indivíduos continuem a colocar os frutos de negócios criminosos ou de fuga aos impostos é essencial para assegurar que temos recursos públicos capazes de suprir as necessidades de todos. Especialmente em situações de crise, como aquela que vivemos em razão da pandemia COVID-19

Contratação Pública

Os custos de um investimento público pouco transparente e capturado pela corrupção são incalculáveis, no presente e no futuro. Através de ferramentas como o Pacto de Integridade, analisando dados abertos e ministrando formação, propomo-nos reforçar os níveis de transparência e participação em processos de contratação pública

Cooperação para o Desenvolvimento

Apoiamos o combate à corrupção e à má governança em defesa dos Direitos Humanos e do Desenvolvimento Sustentável, com enfoque particular na Comunidade dos Países de Língua Portuguesa (CPLP)

Proteção de Denunciantes

Trabalhamos para reforçar a nova Lei e garantir os direitos das pessoas que denunciam e protegê-las de retaliação

Centro de Documentação e Informação sobre Transparência, Boa Governança e Democracia instalado na Biblioteca Manoel Chaves Caminha, em Lisboa

A nossa independência não tem preço

Não recebemos qualquer subsídio do Estado português para cumprir a nossa missão.

O trabalho que fazemos depende exclusivamente de contribuições financeiras de associados/as (quota anual = 12€), de donativos de simpatizantes da causa, e de subvenções para a realização de projetos.

Por isso, o teu contributo faz toda a diferença.