A eurodeputada Ana Gomes e o presidente da Transparência e Integridade, João Paulo Batalha

Transparência e Integridade pede suspensão imediata do programa de Vistos Gold em encontro com eurodeputada Ana Gomes e jornalistas

A Transparência e Integridade pediu, no dia 23 de março, a suspensão imediata do programa de Autorização de Residência para Atividade de Investimento, num encontro que juntou a eurodeputada Ana Gomes, jornalistas dos principais meios de comunicação portugueses e o Movimento Morar em Lisboa

Em Portugal, o programa está em vigor desde 2012, criado como mecanismo de atração de investimento. Mas os riscos são bem mais relevantes: branqueamento de capitais; financiamento de crime organizado ou terrorismo e fuga aos impostos são apenas os mais evidentes.A nível europeu, a Transparency International sublinha a necessidade da Comissão Europeia escrutinar os vários programas de Vistos Gold que têm sido criados nos Estados Membros e países candidatos à UE.Corremos o risco de estar a abrir as fronteiras do espaço Schengen ao crime organizado, como mostram as recentes investigações do Organized Crime and Corruption Reporting Project.

Na sequência deste encontro surgiram publicações nos seguintes meios:

Eco
Público
Porto Canal
Diário de Notícias
Sapo
Rádio Comercial
Dinheiro Vivo
RTP
Observador
Jornal Económico
Mundo Lusíada
Folha de São Paulo
Tagged on: