A Junta de Freguesia de Alvalade e a Transparência e Integridade / Transparency International Portugal celebraram um protocolo para a instalação no edifício da Biblioteca Manoel Chaves Caminha de um Centro de Documentação e Informação sobre Transparência, Boa Governança e Democracia.

Este protocolo foi assinado, no dia 20 de novembro, pelo presidente da Junta de Freguesia de Alvalade, José António Borges, e por João Paulo Batalha e Susana Coroado, respetivamente presidente e vice-presidente da direção, e Karina Carvalho, diretora executiva da Transparência e Integridade.

Além de potenciar a fixação do Centro de Documentação e Informação, o protocolo de cooperação pretende “promover a legalidade democrática e a boa governação”, “fomentar os valores da transparência e responsabilidade na opinião pública e nas instituições públicas e privadas” e “contribuir para a educação para a cidadania da população freguesa de Alvalade em geral e das crianças que frequentem os estabelecimentos de ensino da freguesia, em particular”.

No âmbito deste protocolo, a Transparência e Integridade irá criar e implementar “o Plano de Gestão de Riscos de Corrupção e Infrações Conexas da Junta de Freguesia de Alvalade, designadamente através de mapeamento e avaliação de riscos, produzindo anualmente um relatório com recomendações e sugestão de boas práticas”.